COGE – CLINICA DA SANTA CASA DE ESPINHO
Corria o ano de 1995, quando a Santa Casa da Misericórdia de Espinho tomou a decisão de ampliar as suas instalações.

O objetivo, entre outros, era o de criar condições para o regresso à área da saúde, da qual a Santa Casa havia sido “dispensada” pela “sofreguidão” revolucionária que se seguiu ao 25 de Abril.

Das conversas entre dois amigos (eu próprio, já então Provedor, e o Dr. Serafim Gomes) nasceu a ideia de criar uma unidade inovadora na sua conceção, promissora pela excelência e prestígio dos seus profissionais, e original pela qualidade imaginativa das suas instalações e infra-estruturas.

Assim nasceu a “primeira” COGE – Clínica Obstétrica e Ginecológica de Espinho, que se afirmou segura, justa e fundadamente no meio clínico, e que, muito graças à espontânea publicidade feita pelas pessoas que a nós recorriam, viu aumentado o seu prestígio e a procura dos seus serviços nos anos que se seguiram ao da sua abertura, em 1999.

A mudança dos tempos, a conhecida diminuição da natalidade e a necessidade de servir cada vez mais e melhor a população, fez “nascer” uma “nova” COGE – Clínica da Santa Casa de Espinho, que, sem prejuízo da fidelidade às suas origens e consolidando a sua especial vocação na área materno-infantil, alarga, agora, a sua atividade a outras especialidades clínicas.

As instalações – que incluem bloco cirúrgico e internamento – passam a poder ser utilizadas por outros médicos e profissionais para outras especialidades, sempre fiéis aos princípios da qualidade e profissionalismo que nos acompanham desde o início.

Estamos certos que, a “nova” COGE – Clínica da Santa Casa de Espinho, mais abrangente, com mais ofertas e serviços, servirá cada vez melhor todas as pessoas que continuam a confiar no profissionalismo e experiência de todos os seus colaboradores.

O PROVEDOR
Amadeu J. Morais